//
Introdução Scrum

O Scrum é um framework para gerenciamento de projetos ágeis, e que apesar de muito utilizado na área de desenvolvimento de software, pode ser utilizado para o planejamento, gerenciamento e desenvolvimento de qualquer produto, principalmente por ser um framework iterativo e incremental.

A idéia principal do Scrum é controlar processos empíricos, mantendo o foco na entrega de valor de um negócio no menor tempo possível.

No Scrum os projetos são divididos em ciclos repetitivos (iterativos) e curtos para que possam ser modificados e adaptados para corrigir os desvios (incrementais). Estes ciclos podem durar de duas a quatro semanas, e são chamados de Sprints. O framework Scrum é simples de entender, para ajudar eu separei abaixo alguns tópicos que resumem o Scrum, sua teoria, sua história e seus componentes.

________________________________________________________________________
Nome

Uma das primeiras perguntas a se ouvir por ai é: “qual o significado da sigla SCRUM?” Bom, quem falou que é uma sigla?

Scrum é o nome de uma das jogadas do esporte conhecido como Rugby, tendo como principal característica a formação que pode ser visualizada na imagem acima. É uma das jogadas mais conhecidas do Rugby, onde os jogadores disputam a reposição de bola, e onde é necessária a participação de todos os jogadores do time atuando em conjunto no mesmo objetivo, sendo que se um deles falhar, todos falham. Este trabalho em equipe é bem caracterizado no framework do Scrum, por isso o seu nome.

________________________________________________________________________
Introdução

De acordo com o Guia do Scrum, de Ken Schwaber (2009), o Scrum vem sendo utilizado no desenvolvimento de produtos complexos desde os anos 90.

Scrum não é um processo ou uma técnica, mas sim um framework dentro do qual pode ser empregado diversos processos ou técnicas, tendo como papel fazer transparecer a eficácia relativa das suas práticas de desenvolvimento para que seja possível melhorá-las, enquanto provê um framework dentro do qual possa ser desenvolvido produtos.

________________________________________________________________________
Framework

Já que o Scrum é um framework, e se fala muito nesta palavra hoje em dia, vamos conceituar seu significado para que todos tenham o mesmo entendimento.

Framework conceitual, ou arcabouço, é um conjunto de conceitos usado para resolver um problema de um domínio específico, sendo que existem dois tipos:

  • Frameworks verticais, ou também conhecidos como especialistas, são confeccionados através da experiência obtida em um determinado contexto específico, tentando resolver problemas de um determinado domínio de aplicação.
  • Frameworks horizontais não dependem do domínio de aplicação e podem ser usados em diferentes domínios.

Para mim com certeza ficou mais fácil ouvir a palavra framework e contextualizar o seu significado.

________________________________________________________________________
Teoria

Scrum controla processos empíricos empregando uma abordagem iterativa e incremental para otimizar a previsibilidade e o controle a riscos. Para se implementar qualquer controle a processos empíricos, são necessários os seguintes pilares de sustentação:

  • Transparência

Este garante que os aspectos do processo que afetam o resultado devem ser visíveis e conhecidos aos que controlam o resultado, ou seja, quando alguém inspeciona o resultado e dá como pronto, isso deve ser equivalente a definição de pronto utilizada.

  • Inspeção

Os processos devem ser totalmente inspecionados com uma frequência suficiente para que as variações possam ser detectadas, considerando que o processo pode ser modificado pelo próprio ato de inspecionar.

  • Adaptação

Se durante a inspeção for determinada uma variação fora dos limites aceitáveis em um ou mais aspectos do processo, e que o produto resultante será inaceitável, o processo ou material produzido deve ser ajustado o mais rápido possível para que os desvios futuros sejam minimizados.

________________________________________________________________________
Conteúdo

O framework Scrum consiste em um conjunto formado por times pequenos.

Estes times possuem papéis e responsabilidades associadas, que juntos realizam eventos com uma duração fixa (ciclos iterativos).

Para realizarem estes eventos usam como apoio artefatos específicos e aplicam regras que unem os eventos, os papéis e os artefatos.

Para saber mais do Scrum, entender melhor o seu conteúdo e saber como aplicá-lo, continue lendo os tópicos seguintes:

________________________________________________________________________
Dica
:
Para complementar seu conhecimento sobre o Scrum leia na íntegra o Guia do Scrum, de Ken Schwaber. Uma cópia do guia em PDF pode ser encontrada em mais de 17 idiomas no site da Scrum.org, através do endereço http://www.scrum.org/scrumguides/.

Outra opção para uma excelente leitura complementar, é o livro “Scrum e XP direto das Trincheiras – Como nós fazemos o Scrum”, de Henrik Kniberg. Que pode ser encontrado na versão em português, traduzido e disponibilizado pela infoQ através do seguinte endereço http://www.infoq.com/br/minibooks/scrum-xp-from-the-trenches.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

fabio cruz no twitter

Categorias

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se aos outros seguidores de 11

%d blogueiros gostam disto: